O que a crise influencia nas suas coleções de moeda

Olá colecionadores! Tudo bem com vocês? Hoje eu vim falar sobre uma coisa muito importante com vocês: a crise e como ela afeta a nossa coleção de moedas!

A primeira coisa que devemos pensar é que para haver circulação de moedas e notas e conseguirmos encontrar as nossas moedas e notas raras, precisamos ter circulação de dinheiro...

O que acontece é que com essa crise, ninguém está comprando nada... E quem está comprando está fazendo dívida, ou seja, comprando no cartão de crédito, o que também não permite circulação de moedas e notas.

Alias, convenhamos que desde que surgiram os cartões de crédito e débito, encontrar uma moeda rara por aí ficou ainda mais difícil! Vocês sabiam que somente 3% do dinheiro que existe no mundo é real? O resto são só números que passam de uma conta para outra, mas que não existem fisicamente... Estranho, não é?

Mas apesar do dinheiro não existir fisicamente, isso também é bom, já que quem tem dinheiro físico colecionável ou quem está em busca desse dinheiro acaba pagando mais por ele, já que ele fica ainda mais raro, ou seja, o preço das nossas coleções acabam aumentando.

Voltando ao assunto da crise, a crise também tem seu lado bom para os colecionadores... Com a crise, alguns colecionadores acabam precisando se desfazer das suas coleções de moeda e notas, para poder comprar outros itens mais importantes... O que acaba contribuindo para que algumas coleções aumentem ainda mais.

O que não pode é algum colecionador acabar colocando suas moedas e notas colecionáveis em circulação novamente, sem se preocupar em vender esses itens para outros colecionadores... Já que assim acaba perdendo dinheiro e ainda dificultando a vida de quem gostaria muito de adquirir esses itens!

Vocês já tinham pensado nos dois lados da crise para os colecionadores de moedas? Comentem!